Veja as novas medalhas para as Olimpíadas de Tóquio, feitas com lixo eletrônico
25/07/2019 17:38 em Novidades

Foto: Reprodução

Mealhas foram desenhadas por Junichi Kawanishi e usam ouro, prata e bronze extraídos de mais de 78 toneladas de eletrônicos reciclados doados pela população japonesa.

Como já havia sido informado, as medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2020 serão feitas com materiais obtidos de eletrônicos reciclados. Depois de coletar uma quantidade suficiente de dispositivos não utilizados para extrair os metais preciosos, o comitê organizador de Tóquio 2020 revelou o design das medalhas exatamente um ano antes do início dos Jogos. Elas foram projetadas por Junichi Kawanishi, que ganhou uma competição que atraiu inscrições de mais de 400 designers profissionais e estudantes de design.

Algumas características são semelhantes: todas tem 85 mm de diâmetro, medindo 7,7 mm de espessura na parte mais fina e 12,1 mm na mais grossa. As de ouro usam mais de 6 gramas de ouro revestindo um núcleo de prata, as de prata são feitas de prata pura e as de bronze usam uma liga de bronze avermelhado composta de 95% de cobre e 5% de zinco. Os regulamentos do COI determinavam que o desenho incluísse o icônico símbolo dos cinco anéis, o nome oficial dos jogos, e a imagem de Nike, a deusa grega da vitória, em frente ao estádio Panatenaico.

O comitê organizador de Tóquio 2020 lançou uma campanha de dois anos em abril de 2017 para coletar dispositivos eletrônicos doados pelo público para colher os metais necessários. No total foram recebidas 78,895 toneladas de aparelhos, incluindo 6,21 milhões de telefones celulares, e isso resultou na extração de 32 kg de ouro, 3.500 kg de prata e 2.200 kg de bronze.

Via GizModo

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

      

     

          

PUBLICIDADE