A importância de controlar as emoções
15/06/2020 12:41 em Pessoas

 

Por Vivi Guimarães

Você sabia que as pessoas que não conseguem controlar suas emoções e acabam experimentando emoções negativas? Infelizmente, o descontrole emocional pode acarretar problemas, além de outros tipos de emoções limitantes, como: estresse, raiva, frustração, tristeza, solidão, medo, ansiedade e, até, depressão.Esse assunto sempre foi e continua sendo mega importante. Não é só pra agora! Não é só pra entreter a sua quarentena! Compartilhe esse áudio pra que outras pessoas tenham esse conhecimento também!

Felizmente, você não precisa deixar de viver suas emoções, a chave da questão é que você pode aprender a controlar suas emoções!

Mas antes, você deve ter algo importante em mente: todas as emoções que você experimenta, são criadas por você mesmo em sua mente, de acordo com o seu mindset (sistema de crenças, regras e valores pessoais). Ou seja, tudo o que você acredita e valoriza como verdade absoluta.

Não são as situações da sua vida que fazem com que você perca o controle das suas emoções. O que pode fazer isso é a sua interpretação daquilo que você chama de realidade e o tempo que você alimenta essa emoção.

O que chamamos de realidade é, na verdade, nossa interpretação dos fatos de nossas vidas. Somos nós que damos significado às nossas experiências. Simultaneamente, podemos pressupor que estamos no controle de nossas emoções, embora seja necessário nos empenharmos para fazer isto acontecer.

É muito fácil perder o controle das emoções, se não soubermos interpretar os fatos de maneira positiva. A maneira positiva na qual eu me refiro é justamente o tipo de mindset que a pessoa deve ter para controlar suas emoções.

Emoções positivas ou negativas são disparadas para o corpo através de gatilhos mentais, lembranças, memórias.

Podem se transformar em saudade, medo, tristeza, angústia, raiva ou felicidade. As emoções base percorrem nosso corpo por apenas dois minutos. Alimentar ou não a emoção é o que está em nossas mãos.

DICA DE HOJE:

Filme DIVERTIDAMENTE. Muito didático e ilustrativo sobre como as emoções formam nossas memórias e como podemos aprender com todas elas.

Quem contribuiu com esse conteúdo pra gente foi Cristiane Kerpen Rovini, psicanalista e sócia do Instituto Santé, em SP.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

      

      

          

PUBLICIDADE