“Me arrependo de não ter brigado mais por meus colegas”, diz o ex-jogador de basquete Marquinhos Abdalla
16/09/2020 09:24 em Esportes

O programa Paiaiá na Conectados, com Carlos Silvio, entrevistou o ex-jogador de basquete Marquinhos Abdalla.  Considerado um dos maiores jogadores do basquete brasileiro, o carioca de Jacarepaguá disputou três Olimpíadas: 1972, 1980 e 1984.

O ex-jogador começou a carreira no Fluminense onde jogou de 1967 até 1974 quando foi jogar pela universidade Pepperdine Waves.

Em 1976 Abdalla foi o primeiro brasileiro draftado na NBA, escolhido pelo Portland Trail Brazzer o jogador optou por continuar defendendo a seleção brasileira.

Durante os mais de 15 anos servindo a amarelinha, Marquinhos ganhou: três Sul-Americanos e também os Jogos Pan-Americanos de 1971.

Além do Fluminense onde ganhou vários títulos na categoria juvenil e foi cinco vezes campeão carioca adulto 1970/71/72/73 e 74, ele defendeu as cores do Pepperdine Waves-EUA, dos italianos Emerson Genova e Virtus Bologna, Flamengo, Bradesco e Sírio duas vezes, a primeira de 1981-1984 e a segunda de 1986-1989 quando encerrou a vitoriosa carreira.

Nesta entrevista exclusiva para o Paiaiá na Conectados, Marquinhos Abdalla contou muitas histórias, curiosidades e falou sobre o seu arrependimento “Me arrependo de não ter brigado mais por meus colegas”.

                                                                                                                      

Acompanhe a entrevista completa em nosso podcast:

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

      

      

          

PUBLICIDADE