Monumentos construídos na Inglaterra podem ter tido finalidade descoberta
18/06/2024 10:56 em Ciência

Um novo estudo aponta ter encontrado uma nova razão para monumentos construídos na Inglaterra há 4 mil anos. Acredita-se que a construção, conhecida como Seahenge, tenha sido um esforço para trazer temperaturas mais quentes, em uma época de frio extremo.

Os monumentos consistem em dois círculos de madeira, com outros pedaços de madeira ao centro;

Na época em que foram construídos, a região passava por um período de baixas temperaturas;

Assim, acredita-se que eles tenham sido construídos para trazer de volta o calor do verão. 

Até a década de 1990, o monumento esteve escondido, enterrado em um pântano salgado,  protegido por areia e lodaçais, próximo a uma praia no vilarejo de Holme-next-to-the-Sea. No entanto, em 1998, uma erosão no local acabou revelando a construção chamada de Seahenge, em referência ao Stonehenge. Em 1999 ela foi completamente escavada.

O nome oficial do monumento é Holme I e ao seu lado, uma estrutura semelhante foi nomeada de Holme II, mas essa ainda continua enterrada. A Seahenge consiste em um círculo de 7,5 metros de diâmetro formado por 55 troncos rodeando uma “ferradura” de cinco toras deitadas maiores, com um grande toco de carvalho invertido ao centro, todas feitas de madeira de carvalho.

Estudos anteriores sugeriram que elas poderiam ter sido construídas em homenagem a alguém, um indivíduo importante que faleceu, ou como um local de enterros celestes, onde corpos eram deixados para que pássaros carniceiros os bicasse.

Monumento durante as escavações realizadas em 1999 (Crédito: Holmes Garden Photos/Alamy)

No entanto, na nova pesquisa, publicada no GeoJournal, uma nova hipótese é levantada

Via:Olhar Digital

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!