O plano dos Correios para agilizar entrega de compras internacionais
10/04/2018 10:59 em Economia e Negócios

Já é parte da cultura popular: Curitiba, no Paraná, se transformou no Triângulo das Bermudas brasileiro, um território misterioso onde suas encomendas desaparecem por meses. Os Correios, no entanto, querem acabar com essa piada estudando algumas formas de redução de burocracia.

Segundo a colunista da Folha de S. Paulo Monica Bergamo, uma das ideias envolve a instalação de escritórios fora do Brasil, localizado em aeroportos internacionais, o que desafogaria a alfândega por aqui.

O exemplo dado pela colunista é que, caso uma encomenda saísse dos Estados Unidos com destino ao Brasil, ela seria analisada e possivelmente tributada ainda nos EUA. Desta forma, ao chegar aqui, o pacote poderia ser encaminhado diretamente para o seu destino final, sem esperar meses parado na alfândega para análise.

Ao fazer isso, os Correios acabariam com o estreitíssimo gargalo de processar compras de todas as partes do mundo em um só lugar, dividindo a análise em vários postos avançados. Ao mesmo tempo, a tendência é que os pacotes demorem mais para sair de seus países de origem.

Fonte: Olhar Digital

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PARCEIROS

 

Parceiros:

           

Apoiadores:

      

         

Realização: