Juiz proíbe fotos do corpo de Cristiano Araújo no Google e no Facebook
24/10/2015 09:33 em Celebridades

Do UOL, em São Paulo 24/10/201500h07

O juiz Clauber Costa Abreu, da  15ª Vara Cível de Goiânia, determinou a imediata exclusão de fotos e vídeos do corpo do cantor sertanejo Cristiano Araújo, morto em 24 de julho deste ano, da internet. As empresas Google, Yahoo, Facebook e Microsoft devem suprimir qualquer resultado de busca referente a esse conteúdo, caso contrário poderão ser penalizadas com uma multa diária de R$ 10 mil.

O autor do processo foi o pai do cantor, que alegou que uma simples busca na internet com o nome do filho gerava uma série de imagens do acidente automobilístico e do cadáver de Cristiano. Por conta disso, ele pediu à Justiça que concedesse uma liminar para impedir a veiculação desse conteúdo.

O juiz atendeu o pedido do pai de Cristiano e aplicou o artigo 20 do Código Civil, que permite a proibição de que seja divulgada uma imagem capaz de atingir a honra de alguém. Foi marcada para dezembro uma audiência de conciliação entre o pai do cantor e as empresas rés.

Após a morte de Cristiano Araújo, começaram a circular nas redes sociais uma série de fotos e um vídeo do corpo do cantor Cristiano Araújo, Nas imagens, que foram tiradas antes do velório do sertanejo, o cantor aparece de terno em uma maca, com marcas de ferimentos no rosto.

Já o vídeo mostra a preparação do corpo e a funcionária da clínica de tanatopraxia (técnica de conservação de corpos) narrando: "Vou virar para cá para mostrar", diz, enquanto mexia no corpo do cantor. Em outro momento, a pessoa vira a câmera para o próprio rosto e pede para que outro funcionário dê tchau para a câmera.

Você está gostando do seu novo site?
    Ver parcial
Sim
Não
Voltar

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PARCEIROS

 

Parceiros:

           

Apoiadores:

      

         

Realização: